Pela metade não, né?

Eu não entendo essa gente que vive sem viver. Que teme. Que não se atreve, que não dá a cara a bater. Essa gente que não sente, que não se entrega, que não é feliz por ser, que está com a bunda na cadeira assistindo as coisas acontecerem. O nome já diz: VIDA – propriedade que caracteriza os organismos cuja existência evolui do nascimento até a morte. Modo de viver; conjunto de hábitos. – Ou seja, para que ela exista, você precisa viver até morrer. E até aonde eu sei, a não ser que você seja suicida, você não sabe o dia em que vai partir desta para uma melhor (ou pior). Então, sai daí e vai curtir. Chega de monotonia. A felicidade só chega para quem corre atrás dela, para quem acredita nela, que luta por ela. E não para quem fica na espera.

Eu não entendo. Por que as pessoas complicam tanto? Se você acha que está ruim, tenta melhorar. Se não quer cru, põe para assar. Descomplique. Viva por si. E só. E seja inteiro, por favor. Não seja mais ou menos, meio termo – para nada. Não ame pela metade. Ame muito e um pouco mais todos os dias. Não deixe que as pessoas não saibam que são amadas por você. Um dia elas podem ir embora, sem saber o que significaram e o sofrimento não será de quem se foi, mas só seu. Se apaixone. Se aventure. Enlouqueça. Chore, de soluçar. Não deixe o coração angustiar. Deixa doer o que tiver que doer. Vai passar. O importante é não esquivar. Se liberte. Fale o que pensa, solte o verbo. Só existe o seu certo e o seu errado. Ninguém é dono de nada. Não diga meias verdades e não permita que as palavras arranhem como espinho sua garganta. Desentala. Entre em uma luta para ganhar. E se perder, tenha consciência de que fez seu melhor. Que só de enfrentar, você venceu. Ganhar também é perder. O importante é encarar os medos, é ser de verdade.

No fim, é só você contra você mesmo. Se for colocar na balança, o que realmente somou na sua vida foram as coisas que você fez, mesmo que tenham dado errado. Foi o erro que te fez amadurecer. Foi a falta que te fez querer mais. Foi a dor que te fez mais forte. Foi caminhando que você chegou mais longe. Não foi parado que você andou alguns quilômetros – a não ser que tenha sido empurrado -. Não foi deixando para amanhã que o hoje valeu a pena.

Pensa nisso. Dá um basta nessa vida sem graça. Você não vai encontrar sua tampa da panela, par do chinelo, gema do ovo, miolo do pão, aí parado. Corre atrás. Você não tá aqui à toa, nem de bobeira. Se entregue dos pés à cabeça, de corpo e alma para a vida inteira. O que é seu, é só seu. Você é dono do seu destino, não Deus. Faça acontecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s