Valeu a pena

Não vamos dizer que não valeu a pena, porque valeu. Valeu cada dia, cada minuto, cada segundo. Tivemos guerras, mas tivemos luta. Choramos, mas fomos capazes de transformar lágrimas em sorrisos. Corremos (muito), mas alcançamos a linha de chegada. Caímos, mas levantamos. Fomos derrotados, mas unimos forças. Perdemos entes queridos, amores e amigos, mas ficaram as boas lembranças, chegaram novas crianças para iluminar nossas vidas. Não sejamos ingratos. Tudo é aprendizado, crescimento, amadurecimento. Que em 2016, sejamos mais agradecidos, mais tolerantes, mais confiantes, mais otimistas.

Que não deixemos de acreditar, de sonhar, de tentar mudar. Que nos doemos mais à vida, às amizades, aos amores, aos familiares, ao trabalho, ao próximo, a tudo. Que não nos falte determinação, esforço, entusiasmo e compaixão. Que não nos falte alegria, fé, esperança e valentia. Que deixemos de lado a inveja, o egoísmo, o ciúme, a raiva, a mágoa. A mágoa derrota o homem, corrói o coração e transforma sentimento bom em ódio. E ódio atrai tristeza e, por fim, só nos traz perda. Que saibamos perdoar e aceitar. Que tentemos melhorar. Que não sejamos cabeças-duras. Deixemos de subtrair e passemos a somar. Que sejamos mais doces, mais gentis, mais amáveis, mais presentes. Menos exigentes. Que não pratiquemos o desapego. Que sejamos mais apegados ao abraço, ao tato, ao beijo.

Acho que podemos começar pelo vocabulário. Trocar as palavras negativas por seus antônimos, os pensamos ruins por sonhos. Os percalços por objetivos. Que façamos dos inimigos nossos amigos (mesmo que eles não saibam). Que sejamos melhores como seres humanos.Que deixemos de sentir orgulho e passemos a nos orgulhar de nós mesmos. Vamos trocar o que nos mata pelo que nos mantém vivos. Rancor dá câncer. Amor é vida. Por isso, em tudo que faça, não deixe faltar amor. O amor é tempero, é sabor. É cor. É o que faz o coração pulsar e o mundo girar. É paz. É segurança, é calmaria. É felicidade. E só. É a fórmula para a resolução dos problemas. E deve ser seu guia.

2016 é só mais um ano que vem e que vai. É um livro em branco com 366* páginas e uma história linda a ser escrita por cada um de nós. Com um final feliz, não de contos de fadas, mas real.

*Como é ano bissexto, temos uma chance a mais. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s